30/01/2018 Equipe Dotcon

Como obter o melhor desempenho do seu blog?

melhor desempenho do seu blog

Obter o melhor desempenho do seu blog é tão importante produzir excelentes conteúdos ou investir em um design incrível. Isso acontece porque a velocidade de carregamento da página é um fator decisivo para ter destaque nas buscas do Google.

Sites que gastam mais de 10 segundos para carregar tem 120% mais chances de serem abandonados pelo usuário. Assim, resultados das buscas mostram primeiro sites que têm velocidades de página inferiores a 3 segundos. Pesquisas indicam que quem obtém um tempo de menos de dois segundos, consegue dobrar o tráfego no site.

Blogs lentos são rebaixados pelo Google e quase nunca aparecem entre os 10 primeiros resultados nas pesquisas. Isso significa diminuir as chances de aparecer para o público e de gerar conversões. Mas não se preocupe, nós iremos te ajudar! Confira as principais dicas para conseguir o melhor desempenho do seu blog e melhorar o rankeamento da sua página.

Reduza os tamanhos das imagens do seu blog

Um dos principais problemas diagnosticados em sites lentos é o tamanho das imagens usadas. Uma imagem em alta resolução pesa 150MB e pode aumentar o tempo de carregamento em até 7 segundos. Para o melhor desempenho do seu blog, o ideal é que cada página tenha no máximo 500KB.

Por isso, todas as fotos utilizadas no seu blog devem ser reduzidas o quanto for possível. Algumas plataformas, como o WordPress, já oferecem plugins para compactar as imagens automaticamente antes da postagem. Assim, você não se esquece dessa medida tão fundamental para deixar seus blog muito mais rápido.

Minimize o espaço dos códigos do seu blog

Muitos dados do código da sua página são desnecessários, duplicados ou até triplicados. Obviamente isso aumenta o espaço gasto em cada página e torna seu blog muito mais lento. Para ter um melhor desempenho do seu blog, você vai precisar revisar seus códigos para formatá-los da forma mais curta possível.

Se você não é um especialista em desenvolvimento, a dica é usar algum plugin que te ajudem a corrigir as falhas e remover códigos não utilizados do seu HTML, JavaScript e CSS.

Aproveite melhor o cache do navegador

Todas as vezes que alguém entra no seu blog, o navegador deve carregar todas as imagens e códigos da página. Isso significa que a cada novo acesso, o usuário vai ter de esperar o tempo desse carregamento. Mas esse tempo pode ser reduzido se o navegador do usuário armazenar alguns elementos do seu site, como rodapés, cabeçalhos e imagens de fundo se repetem em várias (senão em todas) as suas páginas.

Esse recurso, chamado de cache do navegador, pode aumentar em até 10 vezes a velocidade das suas páginas. E o melhor de tudo: existem plugins gratuitos que podem ser utilizados e te ajudar a obter um desempenho melhor do seu blog.

melhor desempenho do seu blogDescubra a sua pontuação no Google PageSpeed Insights

Mas para conseguir o melhor desempenho do seu blog, você precisa saber exatamente o que está diminuindo a velocidade do seu blog. A melhor forma de fazer isso, é descobrindo qual a nota da velocidade de carregamento das suas páginas pelo Google PageSpped Insights.

A ferramenta é gratuita e analisa cada ponto que precisam se corrigido para deixar seu site mais rápido. Descubra a pontuação da velocidade de carregamento do seu site e obtenha um diagnóstico preciso do que você precisa melhorar clicando aqui.

Como a Dotcon pode te ajudar a obter o melhor desempenho do seu blog?

Todas as nossas plataformas contam com otimizadores de SEO, ferramentas para a melhor formatação dos seus códigos e aceleradores do carregamento mobile. Dessa forma, podemos reduzir o peso das suas páginas e colocar o seu blog no topo das buscas do Google.

Isso quer dizer que nós cuidamos de toda a parte operacional para deixar o seu blog com nota máxima no Google PageSpeed Insights para você ter mais tempo para deixar o seu conteúdo incrível para seus usuários. Conheça nossas soluções para o seu blog!

Tagged: , , , , , , , , , ,

Comentário (1)

Comentários desabilitados.